Como beijar perfeitamente pela primeira vez

Se você está querendo saber como beijar uma garota pela primeira vez ou como beijar melhor uma garota que você já beijou, as dicas abaixo irão ajudá-lo. Então preste atenção. Sem mais delongas, vamos começar com um passo preliminar que tornará o beijo fácil e natural. Use estas 10 dicas sobre como beijar apaixonadamente para desfrutar de um beijo perfeitamente romântico. Para muitos, um beijo apaixonado é uma confusão que sempre dá errado. Um beijo pode dizer muito sobre um casal e seu romance em perspectiva. Em algumas ocasiões, quando você beija pela primeira vez alguém com aparelho, encontra muita dificuldade, que nada mais é do que um desafio divertido que você pode facilmente superar. Para impedir que os aparelhos dentários sejam um obstáculo e saiba como beijar bem inclusive com aparelho, você deve afastar a língua da zona de perigo. Você também pode ler como dar um chupão? e como beijar um cara? em nosso site. Melhores maneiras de beijar uma menina Perfeitamente. 1. Preparação beijar uma menina Perfeitamente. Você não apenas beijar, especialmente se você está beijando a menina pela primeira vez. Como beijar um cara pela primeira vez com o romance e apaixonadamente?Bloqueio lábios com um cara bonito pode parecer ameaçador, no entanto, é mais fácil do que você pensa! Ele vai sem dúvida ser complementada que levou o pacote (No entanto, existem maneiras de fazer ele pensar beijar você foi ideia dele, também). Como Beijar de Língua (Beijo Francês). Você já viu em novelas, filmes e até na rua — o beijo de língua, um gesto de afeto sempre romântico e apaixonado. Ele é uma arte em qualquer lugar do mundo e pode ser aperfeiçoado para que você viva... Em vez de se preocupar com isso, vá devagar e com calma e aprenda ao longo do caminho. 10. Mova Suas Mãos. Aproveite os beijos, mas não pare por aí. Se você quer saber como beijar um cara pela primeira vez e deixá-lo querendo mais, você precisa fazer mais do que apenas beijá-lo. Complicado, hein? Todo mundo um dia beijou pela primeira vez, não se preocupem. Não existe nenhum bicho de sete cabeças e você não precisa se assustar. Será que conseguimos dar dicas super descoladas para o seu primeiro beijo? Vamos tentar ensinar como beijar bem. Como beijar pela primeira vez passo a passo. Beijar pela primeira vez é uma aventura inesquecível, só comparada às batalhas com dragões, voar em carros do futuro ou ganhar super poderes, e, na falta destas três ultimas sensações, pode-se dizer que o beijo é a experiência mais marcante na vida de uma pessoa. Como Inserir um Absorvente Interno Pela Primeira Vez. Inserir um absorvente interno pela primeira vez pode ser uma experiência assustadora e intimidante. No entanto, é mais fácil do que você pensa, contanto que você saiba como inseri-lo...

Dina - Minha primeira tentativa

2020.08.24 03:54 umCaraBahiano Dina - Minha primeira tentativa

\-Celular toca- \-Alou, Lucca? Aqui é a Dina, meu computador parou de funcionar e eu preciso terminar o trabalho de historia, você pode me ajudar? \-Oi Dina, Boa tarde,-eu respondi- Como assim você ainda n fez o trabalho?? é a nota da unidade, como tu espera passar no semestre desse jeito? \-Você precisa mesmo me dar sermão agora? -respondeu Dina- \-Tudo bem, 30 minutos estou ai. Eu e a Dina nos conhecemos ano passado no primeiro semestre da faculdade, acabávamos sempre nos esbarrando na biblioteca, como eramos sempre os dois únicos alunos que frequentavam assiduamente a biblioteca acabamos ficando amigos por acaso, ela é o tipo de mulher que qualquer marmanjo para pra ver passar, uma morena de cabelos cacheados, olhos castanhos claros brilhantes, não costuma passar muita maquiagem e chama atenção pela sua boca , desenhada perfeitamente como uma pintura. Isso sem levar em conta seu corpo, tudo perfeito, um verdadeiro corpão de violão, nem mesmo aquele uniforme da faculdade conseguia esconder suas curvas, era um verdadeiro mulherão. Peguei um leve transito até o apartamento dela, ficava a poucos quilômetros da republica onde morava, em menos de 20 minutos já estava em sua casa. \-toc toc- Fui recebido com uma grande alegria e um forte abraço, nem mesmo desarrumada ela conseguia ficar feia. \-Obrigado por vim Lu, não sei oque seria de mim sem você -disse Dina- Venha, o computador está no meu quarto. A segui até o comodo, não consegui deixar de reparar naquela mulher maravilhosa vestindo apenas um babydoll, é preciso muita força de vontade pra n acabar se derretendo por essa mulher, uma casa pequena porem muito aconchegante. \-Aqui , esse é o computador,– disse Dina – não sei oque está acontecendo, mas ele n funciona de jeito nenhum . Vou deixar você aqui concertando e vou buscar uma xícara de café ok? Você aceita uma também? Concordei com a cabeça e fui logo me sentando para resolver o problema dela. Fiquei um tempo olhando o computador e tirei um pouco de poeira e reconectei todos os cabos, até agora tudo em ordem. Quando cliquei no botão de ligar funcionou sem problemas. Humm… Estranho. \-Dina, Vem aqui por favor? Bota sua senha pra mim, preciso ver garantir que está 100% Chegou ela com as xicaras de café, colocou na cabeceira e veio colocar a senha, como estava na frente ,ela veio pelas minhas costas colocando um braço por cada lado da minha cabeça, enquanto colocava a senha sentia os seus seios no meu pescoço, aquela mulher só poderia estar tentando me enlouquecer e o cheiro dela… Que perfume doce, um cheiro que eu acredito ser algo feito com maracujá, minha fruta favorita. Olhei o pc e tudo em ordem. \-Acredito que está tudo em ordem Dina -disse Eu- , Olhe, vou me indo viu? N quero atrapalhar seu dia. \-Muito obrigado mesmo viu Lu! Não sei com poderia te agradecer por tudo. Eu sei como pode…. Mas claro que n falaria isso pra ela, soaria como um escroto. \-Que nada, sei que faria o mesmo por mim! Ela veio e me abraçou bem forte, como ela é bem mais baixa que eu, me curvei um pouco para dar um beijo em sua testa, mas quando percebi ela estava olhando para mim, nossas bocas estavam a centímetros uma da outra, conseguia sentir a sua respiração nos meus lábios. Minha cabeça enlouqueceu não sabia oque aquilo poderia significar, o momento havia chegado. Por um momento nossos olhares se cruzaram, eu n podia deixar esse momento passar. Saindo do abraço sem a afastar do meu corpo, segurei na sua cintura com minhas mãos e ela segurou o meu rosto com suas mãos macias, a beijei, nossas bocas se encontraram pela primeira vez, nos beijamos lentamente, esperei tanto por aquele momento, não poderia deixar passar tão rapido. Depois de alguns segundos se beijando ali, em pé entre a sua cama e a escrivaninha onde ficava o computador, ela parou olhou nos meus olhos e sorriu, respondi o seu sorriso dando 2 selinhos em sua boca. O meu corpo todo foi percorrido com uma sensação similar a um choque, meus batimentos aceleraram, minha respiração parecia pesar. Logo em seguida a agarrei novamente e começamos um beijo cada vez mais intenso, comecei a mexer minhas mãos por todo o corpo dela lentamente, sentindo cada centímetro de suas costas , descendo para a bunda, extremamente carnuda , quando apertei escutei o um leve gemido vindo dela. Aquilo me excitava de forma tremenda, meu pau dentro da calça começava a formigar, claramente já estava todo marcado, a segurei novamente pela coluna pressionando meu pau nela, logo após sentir com teu corpo ela retirou uma das mãos que se apoiavam em meu pescoço e começou a apertá-lo ainda por cima da calça, logo após isso ela me empurrou sentado na cama. Se sentou no meu colo com as pernas abertas entre meu tronco, o beijo ficava cada vez mais quente, ela rebolava enquanto me beijava sentindo o meu pau pela calça, ao soltar os seus cabelos não consegui mais me segurar, aquela mulher sabia mexer comigo, não aguentava mais de tesão , tirei minhas mãos de sua cintura e fui escorregando por sua barriga, por baixo de sua blusa, até chegar em seus seios fartos, ela estava sem sutiã, a essa hora do campeonato já conseguia perceber pelos bicos que marcavam a camisa pedindo para que eu a tirasse, respondendo ao impulso tirei a camisa dela e comecei a chupar aqueles lindos peitos. Seu gemido começou a ressoar pelo quarto, cada vez mais intenso, aquilo me deixava louco de tesão, um gemido tão gostoso como aqueles faziam meu ouvidos enlouquecer deixando todo o meu corpo em seu auge de tesão , meu pau já duro como pedra rogava pela sua vez de entrar no jogo, sem conseguir aguentar mais, a joguei na cama. A desgraçada sem demora já foi logo tirando oque faltava de sua roupa e ficou lá me olhando com aquela carinha de safada enquanto se masturbava, ela já estava toda molhada, seu short que acabara de tirar podia me mostrar claramente isso, uma buceta molhadinha daquelas… seria um pecado não chupar antes de comer, fiquei de joelhos no pé da cama e a puxei pelas pernas para ficar mais próxima de mim, aquela cara de safada continuava me olhando , agora já sabendo oque eu pretendia fazer olhou no fundo dos meus olhos, deu dois tapinhas de leve na sua ppk e disse com a voz mais sexy que eu já havia escutado: \-Vem! Seguida de uma risadinha de leve, eu não pude resistir, comecei a dando pequenos selinhos em seus joelhos, e fui fazendo um pequeno caminho por suas coxas com minha língua até a buceta, fazendo questão de respirar pela boca para fazer-la sentir ainda mais tesão, o quão mais perto eu chegava mais alto e mais gostoso era o gemido, ela apertava seus próprios peitos, se contorcia, puxava os seus cabelos, sabia oque ela queria mas n ia entregar tão fácil assim , fui centímetro a centímetro percorrendo o caminho, vendo ela ali se descabelando de tesão, ao finalmente chegar ela gritou, comecei dando uma única linguada indo por toda a sua buceta, o gosto delicioso se espalhou por toda a minha boca me fazendo ficar ainda mais excitado, dali em diante n consegui parar, ia brincando com o seu clítoris com a língua enquanto enfiava um dedo em sua buceta, com a outra mão massageava um de seus seios, ela se contorcia de prazer, quando comecei a aumentar a velocidade que chupava seu clítoris, colocou as mãos sobre a minha cabeça e puxava os meus cabelos, sabia que ela estava quase lá, ao perceber isso só tinha uma coisa fazer, coloquei o segundo dedo dentro dela e aumentei ainda mais a velocidade que enfiava e que chupava, essa mulher pulava, se contorcia , gritava, gemia, aquela situação toda, meu pau urrando de tesão, Ela gozou ali, na minha boca soltando um longo e excitante suspiro de tesão. Havia chegado a minha hora, sem a deixar descansar subi pelo teu corpo , dando selinhos dês de sua buceta até o seu pescoço, fui com calma dando encostando com leveza a minha boca pela sua barriga, ela dava pequenos suspiros, a sua pele macia era maravilhosa para isso, aquilo estava me enlouquecendo, ao passar pelo meio de seus seios, não consegui me segurar e comecei a chupar um deles enquanto acariciava o bico do outro ,ela soltava vários gemidinhos, eu queria continuar ali mas n conseguia mais aguentar manter o meu pau, chegando no pescoço dela, dei um belo chupão , a segurei pelo pescoço e enfiei com gosto o meu pau, ela gritou de tesão enfiando suas unhas nas minhas costas e tirou a minha mão vindo direto me beijar, sua buceta já estava tão molhada que ele entrou todo sem dificuldade, fui engolido por aquela delicia, quentinha macia e deliciosa, agarrava o meu pau com força como que tivesse esperado aquilo por horas. Continuei penetrando devagar enquanto ela me beijava, chegou uma hora que ela me soltou e voltou pra cama, me olhando no fundo dos meus olhos enquanto mordia seu próprio lábio e gemia bem baixinho, aquela safada sabia como me deixar louco. A segurei pelas coxas e comecei a meter com gosto, uma estocada seguida da outra, fudendo intensamente. Tirei o meu pau por um minuto, segurei pela cintura e a coloquei de quatro pra mim, o jeito que aquela mulher empinou a bunda pra mim…. Dei um tapa gostoso na sua raba e coloquei novamente o meu pau, meti com gosto naquela vadia a segurando por seus longos cachos castanhos, aquela era sem sombra de duvidas a melhor foda da minha vida. \-Deixa eu sentar agora deixa? - disse Dina com aquela vozinha de puta, como eu poderia recusar algo assim?- me deitei na cama…. 
submitted by umCaraBahiano to Contos [link] [comments]


2018.09.15 06:36 foulpaig Um breve Desabafo Amoroso

Então, tudo bem? Venho dar aqui um breve desabafo sobre algo que me está a permanecer no pensamento desde há bastante tempo, e então ocorreu-me a ideia de escrever aqui. Espero que leiam, agradeço imenso.

Uma breve introdução de quem sou...
Tenho 19 anos, faço 20 no dia 5 de novembro, estudo Engenharia Química e sou uma pessoa "normal". Sou de uma família humilde e trabalhadora, sentimental e ao mesmo tempo ambiciosa. Tenho 3 irmãs, uma é minha irmã gêmea e as outras duas são 6 e 8 anos mais velhas do que eu. Sempre tive uma educação de que tenho que ir para a faculdade e tirar um bom curso e ter sucesso na vida, pois desde que era criança minhas irmãs estudavam e foram para a faculdade e tiraram bons cursos, então minha mãe, principalmente, quer o mesmo para mim e para a minha irmã.
Agora falando mais de mim.
Sempre tive amigos e desde o ensino secundário que comecei a falar com mais gente, pois gosto de conhecer pessoas, daí hoje ter bastante gente que conheço da minha idade e conhecer bastantes pessoas. Apesar de ser assim, não sou daquele tipo de pessoas que fala "logo de primeira com alguém", sou muito tímido no início para ser sincero. Muita gente depois de me conhecer já me disse que tinha uma imagem muito diferente de mim antes de me conhecer. Mas apesar de gostar de falar com bastantes pessoas e de até ser sociável, sempre me sinto inseguro em relação a mim mesmo e à minha personalidade, pois antes de entrar no ensino secundário, com 15 anos, eu tinha só um grupo de amigos, o da minha infância. Depois disso conheci mais pessoas e até já fui a festivais e a muitas festas com pessoas que não são do meu grupo de amigos de infância. Apesar disto, nunca perdi amigos até hoje, o que é muito bom. Mas voltando ao que estava a dizer anteriormente, sinto-me inseguro em relação a mim, sinto muitas vezes que não sou capaz e sinto que sou influenciável. E acho que este é o problema de ter muitas amizades, somos influenciáveis. Mas na verdade gosto de falar com diversas pessoas, não me consigo só ligar a um grupo de pessoas... Mas adiante.
O verdadeiro motivo de estar a escrever isto neste momento, não é sobre esta minha "dualidade" de personalidade. Também é, um pouco. Mas é acima de tudo sobre ela. Ela. A rapariga, talvez possa chamar mulher, não sei. Sei uma coisa. Nunca me senti tão apaixonado por alguém e tão atraído por alguém como me sentia, e sinto por ela. Ela tem 19 anos, faz 20 para o ano. Chama-se Beatriz e mora a mais ou menos 5km de distância de minha casa. Estuda Arquitetura, tem olhos castanhos grandes, lábios carnudos, um nariz perfeito, cabelo castanho escuro liso, e uma pele tão macia. Nunca vi rapariga tão atraente e tão bonita, juro. Desde a primeira vez que a vi, e já lá vão 3 anos, que a primeira coisa que disse foi: " Quem é esta?". Era tão inocente na altura, que não percebi que estava a envolver-me numa teia de paixão que até hoje ainda não me consegui desprender. Sim, foi atração fatal. Durou um mês até eu ganhar coragem e enviar-lhe uma mensagem. Durante esse mês, tudo o que eu fazia era na escola olhar para ela nos intervalos e já sentia o meu coração a bater mais rápido, e chegar a casa no fim de um dia de escola, e saber que a vi naquele dia, já me trazia uma felicidade que eu não conseguia explicar. À noite, deitava-me a ouvir The Kooks, Coldplay, Tame Impala... e outras músicas "lame", só para pensar nela. Não me cansava. Era pura paixão, nunca tinha sentido nada antes, estava nas nuvens completamente. Os meus dias nessa altura eram diferentes, tudo era diferente. Bastava ir ao perfil dela no Instagram ou no Facebook, e estão a ver aquela felicidade cega? Aquele sentimento que não sabem explicar, mas tão bom, que não querem que acabe... Eu nunca me tinha sentido assim. Sentia-me um sortudo por ela existir e estar a sentir aquele turbilhão de emoções. Certo dia falei dela com amigos meus, mais próximos claro, mas falei mais com o João, e eu que nem sou nada, mesmo nada (infelizmente) de demonstrar sentimentos e interesse por alguém. Lembro-me bem das palavras dele: " É a Bea, é mesmo gira não é? Já a mãe dele é mesmo gira. Mas esquece ela é rica e é difícil aposto." Toda a gente a achava linda e interessante. Ele conhecia uma amiga dela, a Mariana, que andava num centro cultural com ele. Eu tinha vergonha de lhe pedir o número, e não queria pedir ao João que pedisse à Mariana. Mas ele sabia que eu estava com muito interesse. Não durou muito tempo até ele pedir o número dela à Mariana. Ele disse que era para um amigo, que estava interessado, e disse-lhe o meu nome. Consegui o número dela. Demorou mais ou menos uma semana até ganhar coragem e mandar-lhe mensagem. Mas num dia à tarde na escola, estava a jogar ping-pong, lembro-me bem desse dia, e fiz uma pausa e fui ao telemóvel, e tinha uma notificação no facebook. Quando li, arrepiei-me completamente. Ela tinha posto gosto numa foto de capa que eu tinha no facebook, dos Pink Floyd. Foi aí que achei que aquilo foi um "avança". Decidi mandar-lhe mensagem, dia 28 de Maio de 2015.
"Olá."
"Quem és"
"Não me vais conhecer..."
"Diz quem és e eu posso te conhecer"
"Chamo-me Henrique, ando na escola"
"Ah sim já sei quem és, já me falaram de ti :) "

A conversa desenrolou-se nesse dia, e eu estava tão feliz. Uma semana depois, na festa do "Dia da Escola", à noite, liguei-lhe e fui ter com ela. Ela estava com as amigas, que eu conhecia de vista. Estive com ela desde as 21h até à 00h, sempre a conversar... Lembro-me perfeitamente como se fosse hoje. Falamos um pouco de tudo, acima de tudo de música. Não nos beijamos... Houveram sim contactos visuais, etc... Eu já tinha beijado raparigas antes, mas eu gostava tanto dela que não conseguia avançar... algo que não conseguia entender... Era muito forte. Eu via Game of Thrones, e associave inúmeras cenas da série a ela. Muitas coisas. Para terem noção. Para além disto, não sei se vocês acreditam em signos ou não, mas o meu signo é Escorpião e o dela é Touro, signos opostos que se complementa, e temos as Luas no mapa astral opostas também... a minha de gêmeos, e a dela em sagitário. Isto significa, enorme atração, basicamente. Eu não sei se acredito, mas faz algum sentido. Mas adiante. Trocamos mensagens todos os dias, trocávamos snapchats, fazíamos chamadas à noite, algumas vezes, trocávamos músicas e artistas que gostávamos... E eu comecei a ouvir mais o que ela ouvia, e só pensava nela 24h por dia praticamente. Só.
Durante o Verão, eu fui ao Festival Paredes de Coura, e liguei-lhe no concerto dos Tame Impala, porque ela queria muito ir vê-los. Foi um dia que eu fiquei tão feliz, porque era um sonho estar ali num festival, a ver uma das minhas bandas preferidas, naquele recinto maravilhoso à beira rio, e em chamada com ela... fodasse.
Mas pronto, durante o Verão estive com ela algumas vezes, porque sempre tive alguns problemas com boleias etc, e também eu não ganhava muita coragem em combinar coisas, não sei porquê. Talvez porque nunca me "desenrasquei" e fui à luta dos meus objetivos... Mas nas vezes em que estive com ela, talvez umas 5 ou 6, tive oportunidade de lhe beijar, ou de lhe dizer o que realmente estava a sentir. Nunca lhe disse. Orgulho? Cobardia? Insegurança? Medo? Não sei... Só sabia que não a queria perder, mas também não conseguia avançar. Sempre fui do tipo de pessoa que não se deixa conquistar fácil, e já tive bastantes raparigas que tiveram interesse em mim, mas eu pouco interesse tive nelas. Mas com a Bea, era diferente.
Num dia em Setembro, tudo mudou. Foi perto do início das aulas, ela mandou-me uma mensagem, um texto enorme. Resumindo, ela disse que não sabia como dizer, que não sentia nada para além da amizade, que gostava muito de mim e que eu era uma pessoa 5 estrelas, mas não que sentia nada a sério. Depois de ler, eu desabei por completo. Sempre pensei, que, pelo menos ela sentisse algo para além da amizade. Mas não. Eu respondi-lhe à mensagem e disse-lhe que gostava dela, mas que sim, que podíamos continuar a ser amigos... Mas eu não conseguia. Na altura em que as aulas começaram, eu desviava-lhe o olhar, não conseguia. Era muita dor.

Nesse ano, 2015/2016 eu fiz melhoria do 11º, e como ela ia para o 11º eu fiquei no mesmo ano que ela, e na minha turma tinha amigas e amigos dela. Foi estranho, e ainda acho estranho, porque desenvolvi amizades com amigos e amigas dela até hoje, e até hoje, passados 3 anos, falo com ela normalmente. Não vou dizer que o sentimento é o mesmo, ou secalhar até é. O problema é, habituei-me a perceber que eu e ela não vai resultar. Muitas vezes fico confuso, ainda fico, porque mesmo depois de ela me ter mandado aquela mensagem, uma amiga dela disse à minha irmã que ela chorou por nós já não estarmos como antes... Mas eu não consigo ter uma amizade normal com ela, eu não falei com ela para ser amigo dela, falei com ela porque foi a coisa por quem mais me apaixonei nesta vida. E ela não sabe isso... Nunca lhe disse isso... Nunca. E isto mata-me por dentro, esconder os sentimentos. Ela sabe que eu gostei dela, mas não sabe o quanto gostei. A verdade é que às vezes penso que ela também gostou, ou gosta de mim. Ela fala bem com a minha irmã e já lhe chegou a dizer que sentiu interesse por mim, no início, mas depois como reparou que somos tão parecidos, o interesse ficou-se pela amizade. Desde que ela me mandou essa mensagem, eu tive flirts com outras raparigas, e ela com outros rapazes. Eu inclusive tive um Amor o ano passado, antes de entrar na faculdade. Mas era muito físico, mental, mas não muito sentimento... Já na faculdade, conheci várias raparigas, e foi na faculdade que perdi a virgindade inclusive. Não estou arrependido. Depois disso e até hoje, desenvolvi uma amizade com essa pessoa. Eu consigo-me "soltar" com as pessoas quando não há muito sentimento, mas quando há muito sentimento, como no caso com a Bea, eu não consigo. Mas eu preciso desse sentimento forte, esse é o problema. Hoje, não falo com nenhuma rapariga, e tenho saudades dela, da Bea, daquele sentimento... Hoje em dia falámos quando temos festas, pois temos amigos em comum, mas não trocamos mensagens, devido a esse passado, e ser um pouco estranho... Só trocamos mesmo para desejar os "Parabéns" um ao outro, ou algo do gênero.
Não sei se ela é o Amor da minha vida, e nem acredito muito nisso, mas sei que o que ela me fez sentir, foi a coisa mais inexplicável, maravilhosa e indescritível que eu senti até hoje. E nunca a beijei nem nada do gênero, mas sempre tivemos esta conexão mental. Esta história de Amor que nunca foi escrita. Porque acima de tudo, eu sinto-me sortudo por ter sentido o que senti, apesar de nunca se ter tornado realidade.

submitted by foulpaig to u/foulpaig [link] [comments]


2017.07.09 17:10 AltairSC Susto Mata! Ainda bem que foi engraçado.

Ontem fui convidado para o lançamento de um navio. Como sempre, modéstia de lado, fico nos melhores lugares em eventos. Consegui um lugar sozinho em outro navio exatamente igual, e que havia sido lançado meses atrás.
Imagem de localização
Ali na seta é onde eu estou(em outro navio) e a portinha é onde eu deveria ficar seguindo as regras de segurança da empresa. De forma alguma eu deveria ficar na posição em que tirei a foto. Haviam riscos de madeiras, que servem de calço, se estilhaçarem e retornar com a enorme onda. Meu coração ficou em ponto de Alerta 01, afinal o lugar era alto, a onda iria balançar meu navio e havia riscos de estilhaços voando em mim.
Fiz a foto com um eletricista que procurava seu multímetro sumido e os caras no andar de cima já começaram a dar porradas no vidro da cabine principal deles me chamando a atenção que eu deveria voltar ao meu ponto combinado. Coração em Alerta 02 com todos aqueles caras apavorados lá em cima.
A sirene tocou, hora do lançamento. Coração em Alerta 03, o navio começou a escorregar e foi lindo ver ele cair perfeitamente no rio criando um enorme tsunami. Ali, na direita da imagem, não aparece um enorme muro de contenção da onda. A onda bateu lá e voltou, meu navio pegou a onda de lado, subiu e deu uma leve emborcada para trás, sei lá uns 30º talvez, o suficiente para, com tudo que estava acontecendo, fazer meu coração disparar. Alerta 04
Daí inicia-se uma série de barulhos ensurdecedores no meu navio. Vocês não tem idéia de ouvir aço se retorcendo e partindo, a minha portinha ali era a saída do barulho e modo amplificado. A primeira coisa que me veio à cabeça era o Titanic se partindo ao meio. Os barulhos não paravam e vinham seguindo de outros cada vez mais fortes. Comecei a ficar apavorado os caras da tripulação descem correndo pelas escadas. Então minha alma sai do corpo, e eu me vejo lá, branco, correndo em círculos no mesmo lugar igual desenho animado sem saber para onde ir e todos passando por mim(parece aquela piada da câmera fotográfica com timer). Um filete de suor escorre pela bunda(suor que sorte) os barulhos se acalmam. Eu me recomponho, coração vai batendo normal, a alma volta para o corpo e tento procurar a saída pois não encontrava mais ninguém.
Andei pelo navio inteiro procurando a saída até que encontrei. Estavam todos lá, mas ninguém conseguia sair pois haviam removido a ponte. O barulho foi de todos cabos de aço que seguravam o navio se arrebentando. Eu particularmente não acredito que aquele barulho todo eram apenas de cabo arrebentando, pois parecia metal torcendo e se partindo ao meio. Depois de 1H recolocaram a ponte e saímos. Eu ia beijar o chão, mas tinha muita gente.
Quando entrei no navio pensei em gravar para mostrar como é um navio por dentro. Mas sai tão apavorado que não lembrei nada disso na volta. Nem curti o lançamento para falar a verdade.
Bônus Piada da máquina fotográfica digital
UM SUJEITO CHEGOU NA ROÇA, EM UM DIA DE MUTIRÃO E LEVOU UMA MÁQUINA DIGITAL, CHAMOU TODO MUNDO E PEDIU QUE FICASSEM JUNTOS, PARA TIRAR UMA FOTOGRAFIA. ABRIU UM TRIPÉ E COLOCOU A CÂMERA NO AUTOMÁTICO, DEPOIS DE TUDO PREPARADO APERTOU O BOTÃO DO AUTOMÁTICO E SAIU CORRENDO. NESTE MOMENTO OS CAIPIRAS CORRERAM TAMBÉM, TODOS DOIDOS, PULANDO A CERCA, ALGUNS SE MACHUCARAM, ENTÃO O RAPAZ PERGUNTOU: - O QUE FOI ??? UM DOS CAIPIRAS DISSE: - Se ocê que cunheci esse troço saiu correno, imagina nois que nunca viu!!!
resumo; Fui num lançamento de navio e quase me caguei de medo.
submitted by AltairSC to brasil [link] [comments]


COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ! COMO BEIJAR BEM DE LÍNGUA NA PRIMEIRA VEZ COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ COMO BEIJAR BEM DE LINGUA PELA PRIMEIRA VEZ! - YouTube COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ COMO BEIJAR BEM DE LÍNGUA NA PRIMEIRA VEZ - YouTube Como beijar pela primeira vez - YouTube COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ

Como Beijar Um Cara Pela Primeira Vez E Deixar Ele Gamado ...

  1. COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ!
  2. COMO BEIJAR BEM DE LÍNGUA NA PRIMEIRA VEZ
  3. COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ
  4. COMO BEIJAR BEM DE LINGUA PELA PRIMEIRA VEZ! - YouTube
  5. COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ
  6. COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ
  7. COMO BEIJAR BEM DE LÍNGUA NA PRIMEIRA VEZ - YouTube
  8. Como beijar pela primeira vez - YouTube
  9. COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ

ACESSE O CURSO COMPLETO http://www.homemderespeito.com.br/video1.html Beijar alguém que você gosta pela primeira vez pode ser excitante, mas você pode acabar... CURSO DE MAQUIAGEM: http://bit.ly/Curso-de-maquiagem-profissional- *SE INSCREVA e ativa as notificações para não perder nada! Instagram: https://instagram.co... COMO BEIJAR BEM DE LINGUA PELA PRIMEIRA VEZ!! (BEIJO GOSTOSO) Só usamos o INSTAGRAM, nosso unico ig são: @allyferreiraof e @Paulooliveiraof ou se preferir:... COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ. Category Entertainment; Show more Show less. Loading... Advertisement Autoplay When autoplay is enabled, a suggested video will ... Oi pessoal tudo bem com voces, nesse video tentamos explicar como beijar pela primeira vez,não há segredo basta não ter medo pois é uma sensação unica,espero que gostem COMPARTILHE COM OS ... This video is unavailable. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue COMO BEIJAR PELA PRIMEIRA VEZ Alannis Proença. Loading... Unsubscribe from Alannis Proença? ... COMO BEIJAR DE LÍNGUA - PASSO A PASSO BEM DETALHADO!!! - Duration: 10:03. Como Beijar de Língua Pela Primeira Vez Passo a Passo - Duration: 1:33. Deny Martins 1,884,582 views. 1:33. Live DOMINGOU! - Sertanejo Pagode e Churrasco - Ouça As Melhores Músicas 2020 - # ... VÍDEO SOBRE MEU PRIMEIRO BEIJO: https://youtu.be/c1YUvqo6XK0 MEU APLICATIVO: http://viihtube.fanhero.com/ Minhas Redes Sociais: Instagram: https://instagram....